Luciana Lazulli

Luciana Lazulli

Canto

Luciana, de formação erudita e popular, sempre buscou registrar sua assinatura nos múltiplos projetos em que se envolveu ao longo de uma carreira de mais de quinze anos como ouvinte e militante da boa música. No campo da música erudita, trabalhou com o quarteto vocal Presto e com Conjunto de Música Antiga da UFF de 1992 a 1998, se apresentando como solista em diversos festivais pelo Brasil afora ao lado de nomes respeitados como os cantores e instrumentistas Hélder Parente (BR), Mário Orlando (BR), Sonia Leal Vegenast (BR), Luanda Siqueira (FR), Aloísio e Marcelo Fagerlande (BR), Maestro Homero de Magalhães Filho (Holanda), entre outros. Paralelamente, desenvolvia-se em outras linguagens integrando bandas de jazz, blues e rock em Niterói, no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde se apresentou ao lado de grandes nomes da música instrumental do cenário paulista.

Em 2001, conheceu o guitarrista Victor Biglione com o qual trabalhou como vocalista de seu projeto " Tributo a B.B. King". Após esse encontro, passou a trafegar pelo campo do jazz e do blues se apresentando ao lado dos músicos do calibre de Marcos Ariel, do grupo Blues Etílicos, de Marcos Godoy, Maurício Sahady, Marcio Bahia, Marcelo Salazar, etc, chegando até mesmo a montar um quarteto semi-acústico: o Lazulli Jazz Quartet cujo repertório se propõe a executar peças importantes do jazz americano, entre clássicos e "short pieces" de músicais da Broadway, e da música alemã pós 2a Guerra. 

Foi co-fundadora e vocalista da banda de rock experimental Laura Palmer, produzindo com alguns de seus integrantes canções que integraram a trilha sonora do filme dirigido pelo cineasta Marcelo Laffitte "Elvis e Madonna". Em 2010, embarcou para a Europa onde participou de shows em Paris do guitarrista italiano de jazz Rocco Zifarelli, colaborador do maestro e compositor Ennio Morricone e professor do Conservatório Piccini em Bari-Itália.

Integra hoje a Orquestra Tio Samba como solista ao lado do cantor Carlos Mauro, executando uma série de shows de lançamento do CD gravado em Maio de 2012 "Mais Pra Cá do Que Pra Lá", que vem sendo bastante elogiado pela crítica pela proposta original inspirada na estética da música de salão brasileira dos anos 40 e 50. É professora de canto e ministra palestras sobre história da música alemã em colaboração com o Instituto Cultural Germânico, sendo uma das palestrantes convidadas pelos administradores da agenda do ano da Alemanha no Brasil.

 ASSISTA AO VÍDEO CLICANDO AQUI